Revista Exame
20/12/2018

Da Redação

Um dos casos em aberto é o de acionistas contra a Petrobras, por indenização pelas perdas na Operação Lava-Jato

O ano foi marcante para a arbitragem no Brasil. Estreante por aqui, a Câmara de Paris deve fechar 2018 com 34 casos, fazendo competição com a líder no segmento, a Câmara Brasil Canadá, que ganhou 73 novos casos em 2018.

Amcham, B3, Fiesp e FGV também têm câmaras tradicionais. O Brasil teve 673 casos de arbitragem desde 2016, sendo 258 societários, segundo levantamento do escritório de advocacia L.O. Baptista. Entre as causas estão brigas entre sócios e desentendimento em contrato.

Em 2017, houve 116 arbitragens societárias, número que deve ser superado neste ano. Um dos casos em aberto é o de acionistas contra a Petrobras, por indenização pelas perdas na Operação Lava-Jato.

Fonte: https://exame.abril.com.br/blog/primeiro-lugar/em-2018-brigas-entre-socios-disparam-no-brasil/